A gente é saudade.
Eu não nego,
eu me entrego,
você é meu grande amor.
Los Hermanos   (via autografia)
Nunca fui bom em dar conselhos. Sei que no relacionamento alguém sempre esquece primeiro. E é isso que tenho pra te falar: esqueça primeiro.
Soulstripper.    (via romanteios)
Quando nos vênus,
juro a marte.
Leminski  (via p-o-e-s-i-a-s)
Eu te quero tanto.
The Beatles  (via retaliador)
saudade é tortura

verbografos:

Todo texto que faço
é um modo de fugir
desse maltrato
que a tua ausência me traz.

Eu te quero tanto.
The Beatles  (via retaliador)
saudade é tortura

verbografos:

Todo texto que faço
é um modo de fugir
desse maltrato
que a tua ausência me traz.

A vida é simples. Complicado sou eu.
Renato Russo.  (via promessasvazias)
Pros erros há perdão; pros fracassos, chance; pros amores impossíveis, tempo. De nada adianta cercar um coração vazio ou economizar alma. O romance cujo fim é instantâneo ou indolor não é romance. Não deixe que a saudade sufoque, que a rotina acomode, que o medo impeça de tentar. Desconfie do destino e acredite em você. Gaste mais horas realizando que sonhando, fazendo que planejando, vivendo que esperando, porque embora quem quase morre esteja vivo, quem quase vive já morreu.
Luis Fernando Veríssimo.   (via autorias)
Minhas paranoias são graves
O meu grito é interno
A guerra é mental
Diga-me então:
Prevaleço forte
Heroína sou, ou não?
G.   
Sinto muito. Sinto por sentir tanto, por me importar tanto, por amar tanto. Sinto por querer, por tentar. Sinto por não esquecer ou por não deixar de lembrar. Sinto, eu apenas sinto e sentir é uma droga.
Gossip Girl.  
Olhando aqui do presente para o passado eu vejo como as coisas lá são mais simples. Oh, eu amo tudo que é simples, amo tudo que parece acontecer porque tem que acontecer, quando eu era criança não existia um questionamento, da minha parte, sobre a vida, eu simplesmente vivia e me sentia bem, mesmo quando as coisas não iam bem. Tudo era sol brilhando, nuvens azuis, casa bonitinha, toda colorida e uma árvore de maças vermelhas. Não existiam essas perguntas insuportáveis na minha cabeça “porque eu existo?” “porque todos nós existimos?” “qual o motivo disso tudo?” Ah eu odeio esse presente tão complicado e sem desenhos bonitinhos.
Anne, coração partido.
Há sempre coisas queimando, rasgando você. Mulheres. Homens. Amigos. Tudo.
Charles Bukowski.